INFORMAÇÃO É PODER

DADOS, DICAS E RECEITAS DE VIDAS SEM GLÚTEN



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Londres sem glúten

O post de hoje é uma simpática contribuição da nossa leitora Cátia Sousa que foi recentemente a Londres e nos deixou um texto muito útil sobre como "sobreviver" em Londres fazendo uma dieta sem glúten. Obrigada Cátia! Nunca é demais relembrar que este blog está sempre aberto a participações dos seus leitores que queiram divulgar informações sobre locais sem glúten, ou mesmo receitas.

“O sonho comanda a vida!”

E não é assim mesmo? Todos temos sonhos e, bem recentemente, tive a oportunidade de concretizar um dos meus.

Há muito tempo que desejava conhecer Londres. Em conversa com uma amiga de sempre, achámos que completar um quarto de século merecia uma comemoração em grande! Mas... E o glúten? Como posso eu sair das quatro paredes da minha cozinha e comer de forma segura? Como posso eu ir para um país cuja realidade não conheço e não correr riscos...

Após uma pesquisa exaustiva no “tio Google”, o grupo “Viva sem glúten Portugal” do Facebook deu-me o impulso que precisava. Recebi várias dicas, conselhos, listas de locais, produtos e marcas, tudo seguro e gluten free!

E, de facto, lá fui eu rumo a terras de Sua Majestade... À minha tão sonhada cidade de Londres.

Infelizmente, a companhia aérea (British Airways) não forneceu lanche sem glúten devido à curta duração desta viagem. Nem mesmo após muita insistência da minha parte...

Já em Londres, fiquei muito (agradavelmente) surpreendida com a forma como fui recebida em todos os locais que visitei, e com o conhecimento que as pessoas têm sobre a doença. Os produtos de supermercado eram uma delícia, nomeadamente os pães da Genius dos quais fiz um stockezinho na minha minúscula mala de viagem. São simplesmente... Maravilhosos! O sabor, a textura... Mesmo a nível nutricional! Quem dera que os tivéssemos cá.

No hostel onde fiquei, tinha sempre cereais sem glúten para o pequeno-almoço, fruta, café, sumos de fruta e chá, e ainda me davam sempre uma peça de fruta extra para o caminho. 

Como jovem que sou, passei a viagem a calcorrear a cidade, apenas parando para comer algo rápido. Nisso, Londres é simplesmente perfeita para nós, celíacos! Em cada esquina temos um Starbucks e/ou um Nero com sandes fantásticas, brownies deliciosos e lattes de soja (Alpro Soja). No Prêt A Manger, os empregados estão muito bem informados e vão connosco às vitrinas indicar-nos várias saladas seguras, não só com verdes, mas usando, por exemplo, batatas ou quinoa (bastante mais saciantes).

Fui também à Pizza Hut onde o atendimento é fabuloso! A base da pizza, pré-feita, é sem glúten e individual, contudo muito maior do que as pizzas tamanho médio que temos por cá, logo nunca consegui comer uma inteira e sou bastante comilona! Os ingredientes à escolha são todos sem glúten, por isso podemos escolher tudo o que quisermos e a pizza é feita na hora, numa zona separada da cozinha. Além disso, oferecem-nos um buffet ilimitado de variadas saladas e frutas que nos trazem diretamente da cozinha quando pessoas, como eu, se mostram receosas quanto à contaminação. A pizza é trazida à mesa antes das pizzas com glúten, sobre uma pedra de ardósia e dão-nos um cortador limpo.

Também fui ao Nando’s onde comi um belo “Nando’s Peri-peri Chicken”, super spicy e delicioso! 

Ficam algumas fotos da minha curta aventura, ainda assim um pouco gastronómica.

Espero que vos aguce o apetite!" 





12 comentários:

Anónimo disse...

Estive recentemente em Londres e confirmo o que a leitora disse, lá é muito mais fácil comer bem e sem gluten, não tive problemas quanto a isso. Parabens pelo seu blog aqui encontro muitas informações uteis para mim q sou recente nessa nova forma de alimentar com saúde e boas escolhas, não sou celíaca, mas descobri q tenho sensibilidade ao gluten e seu blog tem me ajudado bastante pois aqui no Porto tenho encontrado alguns produtos q vc sugere. Obrigada pela partilha!

PS: existe algum mix de farinhas para usar nas receitas q nao use farinha de arroz e nem farinha de milho? tenho q fazer exclusao deles por um tempo por suspeita de intolerancia, mas muitos mix q vejo leva essas duas farinhas.

Posso pedir seu email?

Um abração,

Ívian (ivianferreira@hotmail.com)

Lucente disse...

Obrigada Ivian, pelas suas simpáticas palavras.
Quanto ao mix, sem arroz e milho é quase impossível, talvez só mesmo numa versão paleo... no seu caso eu experimentaria um mix com farinha de amêndoas (Continente), polvilho doce (Globo), grão de bico (Doves Farm) e/ou trigo-sarraceno (Bauckhof), e fécula de batata (Globo). Pode ainda acrescentar quinoa ou soja, mas em quantidades pequenas pois têm um sabor muito forte.
O mail do blog é vidassemgluten@gmail.com

Lucente disse...

Ivian, neste site sugerem a seguinte mistura:
2 partes de farinha extra fina de coco
2 parte de farinha fina de amêndoas
1 parte de polvilho doce

http://www.modernishhomemaker.com/2013/08/gluten-free-paleo-flour-blend.html

Carla disse...

Obrigada Cátia! Era mesmo este impulso que eu precisava para regressar a Londres!!!

Anónimo disse...

Cátia, sabe se a pizza da pizza hut contém lactose?
Obrigada pelo relato.

Daniela Gonçalves

Catia Sousa disse...

Olá a todas! Em primeiro lugar, muito obrigada pelo feedback tão positivo.

Carla, fico especialmente feliz com a sua mensagem. Quando escrevi este artigo, foi mesmo com objectivo de poder impulsionar outras pessoas com as mesmas restrições alimentares a não se deixarem "engolir" por elas. Neste momento, o mundo vai-se preparando cada vez mais para "nós" e nós estamos cada vez mais preparados e conscientes para viver nele.

Vá a Londres, não se vai arrepender! Aproveite e delicie-se com umas coisinhas boas e seguras pelos que ficam por cá.

Daniela, não tem que agradecer, acredite que é um gosto! Eu também sou intolerante à lactose, por isso essa questão também se pôs. Levei lisolac comigo! Mas os empregados estão informados q.b. quanto a essa questão e temos a enorme vantagem das pizzas serem feitas com ingredientes à nossa escolha. Por isso, se não tolerar o lisolac ou simplesmente quiser evitar ingredientes que possam conter leite, pode pedir uma pizza sem queijo e escolher outros toppings seguros como peito de frango, azeitonas, cogumelos... a escolha é imensa e as possibilidades as que quisermos.

Um beijinho a todos os leitores do blog,

Cátia

Ameixinha disse...

Que bom, quero voltar a Londres e é bom saber que não vou passar fome :)

Anónimo disse...

Obrigada Lucinete! Suas dicas são valiosíssimas! Irei testar essas novas misturas.

Ass: Ívian

Anónimo disse...

Ops: Lucente! Desculpe o erro na grafia.


Ass: Ívian

Catia Sousa disse...

Não vai mesmo passar fome, Ameixinha! Vá e divirta-se :) E coma muitos miminhos gluten free :)

Cátia

Jovem Cidadão disse...

Olá!! Moro em Londres a quase 1 ano e faço bolos caseiros sem glúten para vender. Montei um blog onde compartilho receitas sem gluten e artigos sobre saúde. Dá uma passada lá para conhecer e me conta o que achou saboresaudervpelomundo.weebly.com
Pretendo passar um tempo em Portugal no próximo semestre e gostaria de saber como é a oferta de produtos sem gluten por lá. Cheguei a pensar em montar uma fábrica de bolos sem glúten em Porto ou Lisboa...será que daria certo?
Obrigada. Bjus

Lucente disse...

Jovem Cidadão, a oferta de produtos sem glúten tem vindo a crescer em Portugal, mas ainda não é tão diversificada como em alguns países europeus. Isto é particularmente evidente na restauração: Lisboa já vai tendo alguns restaurantes e pastelarias sem glúten, mas o Porto e a região Norte de Portugal não têm nada e é a zona do país onde se encontram mais celíacos. Se quiser mais informações, pode aderir ao grupo de Facebook Viva Sem Glúten Portugal e verificar as opiniões dos seus membros:
https://www.facebook.com/groups/vivasemglutenpt/

Muito sucesso para os seus planos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...