INFORMAÇÃO É PODER

DADOS, DICAS E RECEITAS DE VIDAS SEM GLÚTEN



terça-feira, 25 de abril de 2017

Farinheira sem glúten

Há já algum tempo que sei que a marca Fumeiros da Guarda tem uma gama de produtos sem glúten de nome Ancestral, mas ainda não a tinha encontrado. Nesta, a maior novidade é a farinheira que não existia no mercado sem glúten. No entanto, encontrei-a agora no Pingo Doce a 2,19€ a unidade. Assim e, depois da alheira, temos agora a farinheira para alegria dos celíacos mais a Sul onde esta especialidade é mais conhecida. No entanto, como é feita com pão com amido de trigo sem glúten, não é apta para alérgicos ao trigo. Fica a dica.















segunda-feira, 10 de abril de 2017

Bolachas com pepitas de chocolate: a versão final

Embora já tendo duas receitas de bolachas de pepitas de chocolate no blog, não resisto a publicar a última tentativa e a que melhor reproduziu as bolachas na sua versão com glúten. Talvez o segredo seja o uso da farinha panificável da Schar, talvez seja a longa refrigeração, mas o facto é que estas bolachas saíram perfeitas e são fáceis de fazer. O mais difícil é não comê-las todas de uma vez. A receita é do blog Gluten Free on a Shoestring da fantástica Nicole.


Ingredientes:
105 gramas de farinha Doves Farm White Self Raising
15 gramas de Maizena
120 gramas de farinha Schar Mix B
½ colher de chá de bicarbonato de sódio
½ colher de chá de fermento em pó
½ colher de chá de sal fino
100 gramas de açúcar branco
110 gramas de açúcar mascavado claro
140 gramas de manteiga/margarina (uso Vitaquell)
1 ovo L
1 colher de chá de essência de baunilha
160 gramas de pepitas de chocolate (uso do Mercadona)

Na cuba da sua batedeira, misture as farinhas com o sal, o fermento, o bicarbonato e o açúcar branco. Junte depois o açúcar mascavado e misture com as mãos para desfazer os grumos. Junte a manteiga/margarina à temperatura ambiente e bata bem até obter uma espécie de areia. Acrescente depois o ovo e a baunilha e bata muito bem. Finalize com as pepitas, envolva bem, e, por fim, embrulhe a massa em película transparente. Guarde no frigorífico durante, pelo menos, 24 horas.

Quando tiver passado o período de refrigeração, retire do frigorífico e forme bolas de massa, ligeiramente menores de uma bola de ping-pong. Coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal com bastante espaço entre elas pois a massa vai espalhar. Leve ao forno pré-aquecido a 160ºC com calor em cima e em baixo, durante aproximadamente 12 minutos, até as bordas começarem a dourar. A meio da cozedura pode ligar a ventilação para ajudar a dourar. Retire o tabuleiro do forno e deixe as bolachas arrefecerem 5-6 minutos e só depois retire-as para uma rede onde acabarão de arrefecer. Guarde numa lata própria para bolachas onde aguentam bem 5 a 7 dias (se resisitirem às investidas de mãos pequenas até lá, claro).

Rende cerca de 30 bolachas de tamanho médio. 






















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...