INFORMAÇÃO É PODER

DADOS, DICAS E RECEITAS DE VIDAS SEM GLÚTEN



segunda-feira, 18 de julho de 2011

Pãezinhos III

No seguimento do post anterior, nem todas as minhas compras no Espaço Bio foram um insucesso. Comprei a farinha de grão de bico da Doves Farm que esperava encontrar em Portugal há já algum tempo e, finalmente, lá estava ela nas prateleiras deste supermercado. Já tinha encontrado farinha de grão de bico doutras marcas, mas não garantiam a isenção por contaminação cruzada: no próprio Espaço Bio existe farinha de grão de bico à venda da Herdade de Carvalhoso, mas já os tinha contactado e, ainda que garantissem a isenção nas farinhas de arroz, não o faziam nesta farinha em particular... o que é uma falta de visão para o negócio pois já que se dão ao trabalho de produzir uma farinha sem glúten, deveriam evitar a contaminação na moagem e entrar no crescente nicho dos produtos para dietas sem glúten. Por isso, pessoal da Herdade de Carvalhoso, se me estão a ler, fica a dica, antes comprar a vocês do que aos "bifes" sempre que possível...

Ora e porque queria eu tanto esta farinha? Para já, nutricionalmente é muito rica e é a matéria-prima de uma iguaria indiana, os bojés, que tanto gostámos lá em casa. Depois, porque encontrei esta receita e queria experimentar. Gostei bastante, ficou um pão muito agradável e de sabor semelhante ao pão "normal". A minha versão:

Ingredientes:
140 gramas de farinha de grão de bico
60 gramas de farinha de arroz
100 gramas de polvilho
100 gramas de maizena
2 colheres de chá de goma xantana
14 gramas de fermento seco activo
400 ml água morna (38-40ºC)
Sal
1 colher de chá de vinagre

Junte todos os ingredientes, à excepção da água e vinagre, e misture bem até obter uma cor uniforme. Coloque na batedeira e junte a maior parte da água e vinagre e bata muito bem até desaparecerem os grumos. Vá juntando o resto da água até obter uma massa parecida à dos bolos mas um pouco mais grossa. Deixe repousar até a massa ter duplicado de volume.

Trabalhe então a massa para retirar o ar resultante da levedação e forme pequenas bolas com duas colheres de sopa. Coloque-as num tabuleiro untado ou num tapete de silicone e leve ao forno frio, que deverá ligar a 230ºC apenas quando tiver colocado o tabuleiro no seu interior. Deixe cozer por 25 a 30 minutos até obter uma cor dourada. De seguida, deixe arrefecer um pouco antes de consumir.





























Update: já os fiz há dois dias e continuam como se tivessem sido acabados de fazer... é o primeiro pão sem glúten que vejo a ter esse efeito.

4 comentários:

Margarida disse...

Claudia, desculpe a pergunta parva, mas o polvilho que usou, é o doce ou o salgado? Comprei a farinha de grão de bico no celeiro, agr q eles têm aqueles "pacotes de papel" que são de confiança e vim dar a esta receita ;)

Obrigada pelo blog e pelas receitas fantásticas!

Lucente disse...

Olá Margarida, obrigada pela visita! O polvilho é o doce, penso que o azedo é mais indicado para pão de queijo,malém de que tem uma textura mais grossa do que o doce. Boas experiências! A farinha de grão de bico dá uma textura óptima, mas tem um sabor forte pelo que convém não abusar :-)

Isabel Sousa disse...

Bom dia, gostaria de saber se poderia substituir a farinha de grão de bico por outra farinha (trigo sarraceno ou outra), pois agora que as minhas filhas foram diagnosticadas com doença celíaca, ando em busca de receitas de pão que eu possa fazer em casa e este seu pão tem um aspecto delicioso, só que não tenho a farinha de grão de bico para poder experimentar.
Desde já agradeço a sua disponibilidade.
Obrigada por partilhar as suas experiências.

Lucente disse...

Obrigada Isabel pelas palavras e visitas! Não tem uma loja Celeiro por perto? Lá encontra farinha de grão de bico. Também a pode encontrar online na Gluten Free Living: https://www.glutenfreeliving.pt/Farinhas-sem-gluten/Farinha-de-grao-de-bico
Não tendo, pode tentar substituir por trigo-sarraceno, mas irá ter uma cor e um sabor diferentes. Atenção também que a farinha de trigo sarraceno não esteja contaminada- muita gente compra a farinha da Provida mas não é isenta.
Caso tenha mais dúvidas, disponha.
Se me permitir e caso tenha conta de Facebook, sugeria pedir adesão ao grupo Viva Sem Glúten Portugal, pois encontrará uma enorme partilha de informação que, especialmente quando se está a iniciar a dieta, é imprescindível: https://www.facebook.com/groups/193957857371479/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...